Sobre Nós

Em Portugal, existem 392 Casas de Acolhimento onde vivem cerca de 7000 crianças e jovens, em média, 4 anos. A maioria dessas crianças são acolhidas por negligência e as restantes por maus tratos ou abusos sexuais.

Acreditamos que todas as crianças tem o direito a uma infância digna e feliz, num ambiente seguro e com amor.

No início de 2019, com entusiasmo, dedicação e consciência que melhorar a vida destas crianças é uma responsabilidade de todos, escolhemos não ficar indiferentes e dar vida a um projeto que, até então, era apenas um sonho. ​Nasceu assim a A’Corda – uma Associação de Solidariedade Social que tem como objetivo o acompanhamento de crianças e jovens que vivem em instituições de acolhimento, procurando fazer a diferença nas suas vidas.

A nossa Missão

Existimos, porque escolhemos não ficar indiferentes!
Proporcionar a cada criança e jovem, tempo de qualidade, uma formação mais personalizada e a oportunidade de viver experiências, atividades inclusivas, capazes de desenvolvimento pessoal de cada um e à sua medida. Com inspiração Cristã, pretendemos possibilitar um acompanhamento de proximidade com atividades regulares ao longo do ano e um campo de férias no Verão. Tudo isto, através de um grupo de voluntários com grande experiência no trabalho com crianças e jovens, sempre de mãos dadas com as instituições que as acolhem.

Os nossos Pilares

Tal como na vida, a A’CORDA também tem os seus pilares onde baseia os seus valores.

 

Natureza

Valorizar a Natureza, reconhecer aquilo que de melhor nos oferece.

Eu

Conhecer e identificar aquilo que temos melhor. Descoberta de cada um. 

Outros

Valorizar a relação em comunidade, através do respeito, a amizade e a solidariedade.

Deus

Descobrir a relação com a fé e com Deus.
Desenvolvimento espiritual.

A Nossa História

Todas as crianças têm o direito de viver e crescer numa família capaz de os amar incondicionalmente, cuidando de todas as suas necessidades individuais, protegendo-os e educando responsavelmente.
No entanto, isso nem sempre acontece, comprometendo, muitas vezes de forma grave, a sua segurança, bem-estar, saúde, formação, educação e desenvolvimento.

PORQUE ACREDITAMOS QUE….​

Todas as crianças têm direito a uma infância digna e feliz.

O destino destas crianças é uma responsabilidade de todos nós.

Juntos podemos fazer a diferença nas suas vidas.